Pesquisar este blog

23 de dezembro de 2016

FELIZ NATAL


FELIZ NATAL

Sou comunista,
Cristão,
Kardexista,
De umbanda,
Messiânico
Budista
Judeu
Ateu
Islâmico ...

Sou tudo que for do bem
Digo: "assim seja" (amém)
Para quem
Prega o bem.

Não basta!

Tão raro!
Toda pregação
É verbo
É solidão
Toda religião
É solidariedade
E utopia,
Ou verbalização
Da hipocrisia
(você escolhe)

Queria um feliz natal
Com o bem e sem o mal
Que habita em cada um.

Um ano novo do bem
Como realidade
E do amor como prioridade
Da utopia que se pode realizar
E da hipocrisia feita um sonho
Do qual se pode acordar.

MAGNUS 23/12/2016


22 de dezembro de 2016

NOSSOS CAMINHOS




NOSSOS CAMINHOS
(para Marco Antonio)

Estive aí
E você aqui
Tempos de sorrir

Você aí,
Eu aqui.
Tempos de refletir.

Sei que o tempo passa
E nosso caminho temos que seguir
Há o que se vai
E o que fica para nunca partir

Nos tempos de paz
Que penso hoje estar
Olho para traz
E lá você está
Então não sei
Como pude te deixar ir
Você faz parte de um mundo
Que deveria eternamente existir

Magnus 22/12/2016

ME AJUDE A TE AMAR



ME AJUDE A TE AMAR

Ah, você.
Que não entende uma mulher
Quando quer o que você não quer
Ou nada quer e você quer

Faz-me amar
E depois duvidar
Lê meu pensamento
Intriga meu coração
Para, noutro momento,
Esquecer de tudo sem razão

Preciso de você
E que meu coração possa entender
Então ajude-me a amar você
Que eu te ajudo a ser ....
Muito muito feliz!!!

Magnus 22/12/2016

COMPREENSÃO


COMPREENSÃO

Tenho andado
Pela vida sem entender
Muitos porquês
Qual o sentido de viver?
Porque amo você?
Porque foi me dado viver
Neste tempo?
Porque fui te conhecer
E junto com você
Resolvi caminhar?

Eu aqui estou
Nesto tempo
Neste lugar
Tentando compreender
As razões de tudo
Que margeiam minha estrada
E as razões do nada
Que estão em tudo
À margem da minha compreensão. 

Magnus 22/12/2016

AMARIA



Amaria ...
Amo ...

Você amo
Com você, amaria

Você, amo
Amo estar
Amo pensar
Amo sonhar ... (loucuras)

Com você, agora, amaria
Amaria estar
Amaria amar
Amaria realizar
Os sonhos e as loucuras.

Amo, já
Amaria, um dia

Enquanto estou
Entre este ama e este amaria 
Vivo este sonho
Sem a espera
Sem o tempo
De partir
De chegar.

Magnus 22/12/2016

12 de dezembro de 2016

PECADO


PECADO

Pecado
É não amar
É deixar a vida passar
Pecado
É negar
O dom de amar
Se conter
Não se entregar
É viver sem viver.

Não é escolha
Se apaixonar
Querer, desejar, amar.
É dom que, se lhe foi dado
vivê-los é obrigação
E não pecado.

Magnus 12/12/2016

NÃO VOU ABANDONAR-TE


NÃO VOU ABANDONAR-TE

Eu preciso que você!
Abandone
Tudo para me ver.
E depois
Não me deixe mais
Eu preciso da paz
De ter você aqui
E depois a loucura
De não de deixar ir
(jamais)
E te prender
Dentro de mim
Assim, como dentro de ti
Já me prendi.

Não vou te deixar ir
Não quero partir
Então, nem pense em abandono ...
Abandonar este coração
Que de repente reaprendeu
Os caminho doidos da paixão. 

Magnus 12/12/2016

7 de dezembro de 2016

TUA VOZ


TUA VOZ

Esta tua voz dengosa
De fazer manha
O teu tom quase cantado.
Tu a
 dizeres
coisas indizíveis
Me despertando quereres

Fazes isso comigo
(maldade)
Me faz ouvir sonhos
(dos mais loucos)
Proibidos
Nesta musicalidade
Do teu dizer ...
Como não te querer,
Esquecer a paz
E pedir mais?

Esta tua voz
Me deixa ... 
pouco a pouco
Cada vez mais
Louco!!!

07/12/2016
Magnus

5 de dezembro de 2016

CAMINHO DO TEU CORPO


CAMINHO DO TEU CORPO

Há um caminho
Onde quero me perder
Onde entro por querer
E de onde não quero sair sozinho.

É em ti este caminho
Nele sigo em frete,
Percorro, descubro, decóro
E me perco novamente.

Como hei de ousar
Por outro corpo caminhar
Depois de descobrir-me em ti
No corpo teu
A tal ponto, tão profundo
Que me confundo
E já não sei que é teu
E o que é meu.

Magnus
05/12/2016

DOIDICE


DOIDICE

E dizes que sou doido
Sou, talvez, louco.
Talvez seja meu jeito de ser,
De ser teu, ao menos um pouco
Talvez seja um modo
De viver.
(Viver na verdade)

É a doidice que nos faz
Transpor
Ousar
Viver o amor
... amar
Nos faz
Perder a paz
E a razão
E ainda assim
Querer mergulhar
Na confusão
Que só conhecem
Os loucos de paixão
Como eu e você.

Magnus 05/12/2016

FLORES


FLORES

Amanheceu
Há flores para você
Não em buquê,
Em desejo,
Flores em forma de beijo
No dia seguinte,
Minha boca
(um mensageiro) a te entregar
Flores de te beijar.

Outro dia vai chegar
E tudo, como tudo que há
Será desejo e saudade
E uma incontrolável vontade
De te reencontrar.

Magnus
05/12/2016

Marcadores