Pesquisar este blog

24 de fevereiro de 2014

Não Deixe a Saudade para Amanhã


Não Deixe a Saudade para Amanhã

Não deixe a saudade cortar
Teu coração
Nem a deixe semear
A recordação
De grão em grão
Ela vira esquecimento

Aí aborta dia após dia
O que se deveria viver.
Não vivido
O dia que seria alegria
Se torna apenas mais um dia.

Magnus 24/02/2014

ABUSADO


ABUSADO

Frase mal terminada
Palavra atravessada
E lá estávamos
Entre verbos desinterpretados
E reinterpretados
A gosto do ouvido

Daí, de abusado fui taxado
Descrito e sentenciado.
Em minha defesa
Recurso, apelação
Logo disse: Não é isso não
Coisa da sua imaginação!

Fui então, novamente
Reinterpretado
Fui desculpado, inocentado
Com sentença revertida
Pela tal palavra mal ouvida.

Agora, depois de concluído
Penso que o tal ouvido
Tinha lá sua razão
Já que a dubiedade
Também escondia uma intenção
De dizer sem comprometer
E quem sabe
Gozar das benesses daquele dizer.

Magnus 24/02/2014

TÃO LINDA


TÃO LINDA
 
É tudo igual
O que todo mundo diz
Quando olha pra ti
E é quase como repetir
E repetir e repetir
A mesma palavra sempre
Como não houvesse outra
Palavra diferente
 
 
Não quero ser assim
Tão óbvio
Mas no fim,
Depois de tanto te olhar
E de tanto pensar
Em palavras para te descrever
Busco e tento mais uma vez ainda,
E acabo fazendo o que todo mundo faz
Digo que está tão linda!
 
Magnus
23/02/2014

 

22 de fevereiro de 2014

Sorriso



Sorriso 
(a pedido - Valéria Fagundes)

Esta porta a se abrir
Esta alegria que transborda
Esta magia nas covas de teu rosto
Quando presenteia a gente
Com teu jeito de sorrir

Vem como um repente
Quase sem querer
Em num instante
Está aí, em você
Seu sorriso exageradamente
Lindo de se ver.

Magnus 22/02/2014







19 de fevereiro de 2014

Cada Dia Mais Distante


Cada Dia Mais Distante

Você, cada dia mais distante
Acho que nem sente saudade
O que eu te tinha era carinho,
Você, necessidade

Algumas vezes acontece assim
Não se está ocupada
Só que não precisa mais de mim.
Então não diga nada
Nem tente justificar
Siga teu caminho
E eu continuarei meu caminhar ...

Há quem diga que perdi
Mas não perdi nada não
Se nunca tive de ti
Sequer consideração.

Magnus 19/02/2014





SÓIS DE ILHA (Ilhabela)


Sóis de Ilha

A Ilha que é bela
Tem vários sóis
De aquarela
Em cada sorriso
De quem passa por ela.

Em cada canto
Num remanso de cachoeira,
Em cada trilha,
Em cada beira
Beira da estrada
Beira mar
Mesmo que nublada
Há um sol de brilhar

Sol de encantamento
Gente sempre sorridente
O sol da ilha
Só deixa de sorrir
Quando termina o sonho
E temos que partir.

Magnus 19/02/2014 

Marcadores