Pesquisar este blog

3 de outubro de 2013

TE AMO


TE AMO
(Magnus Quandt de Freitas)

Caminho por aí, 
Apenas por caminhar
Seguindo os dias
Sem parar ...
Mas quando paro
Para pensar
Redescubro o que já sei
Te amo, te amo e sempre vou te amar

Não importa o quanto ande
Não importa para onde eu vá
Nem se passou o tempo
E o quão distante eu fui parar
Quando paro para pensar
Está sempre você
Em todos os tempos de sonhar
Nos sonhos que já tive
E naqueles que irei ter.

Mesmo que eu me silenciar
Que parecer que nunca mais irei voltar
(pode ser que um dia nunca volte mesmo)
É só você que amo
E que sempre vou amar.

Magnus 03/10/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É importante saber sua opinião. Obrigado, Magnus

Marcadores