Pesquisar este blog

18 de setembro de 2015

TODO ADEUS DÓI



TODO ADEUS DÓI
por Magnus Quandt de Freitas

Todo adeus dói
Porque se vai
Antes do tempo de ir
Toda saudade corrói
Porque é uma ausência
Sem porvir.

Sou sempre um pouco chegada
E outro pouco partida
Sou às vezes um oi
Que chega sem se notar
Um alguém que vai ficando
Sem se notar
Até que sou este adeus
Que nunca quis dar.

Todo adeus dói
Dói em quem fica
Dói em quem vai
Todos somos um dia
Este adeus
De quem sai
Quando o show acaba
E a cortina cai.

18/09/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É importante saber sua opinião. Obrigado, Magnus

Marcadores