Pesquisar este blog

13 de julho de 2012

FOSSE O QUE FOSSE





FOSSE O QUE FOSSE
"um tributo ao amor"

Fosse o que fosse
Que aconteceu
Seja o que seja
Para acontecer
Meu tempo é teu
E minha vida? É linda
Desde que você apareceu


E se não fosse
Então não teria
Acontecido aquele dia
Em que te conheci
Em que desaprendi
A viver sem te ver sorrir.


E se não fosse aquele dia,
Como eu saberia
O que é amar
Tão profundamente
Quanto é o amor da gente?


E se não fosse
Aquele primeiro olhar
O acaso a premiar
Nossa vida predestinada à felicidade 
De encontrarmos esta tal cara metade ...


Ainda bem que foi
E talvez, haveria de ser
Num dia ou outro
E de qualquer maneira
Aconteceria nosso encontro.


Enfim, foi, aconteceu
Acaso, sorte ou profecia
Importa é que existiu um dia
Em que você se tornou minha
E eu, eternamente teu.

Magnus 13/07/2012

4 comentários:

  1. Magnus, Olá!

    Em visita aqui encontrei belos textos. Resolvi então me aportar.
    Parabéns pelos sentimentos e inspiração.
    Quanto ao texto do post "Fosse o que fosse", mostra-nos que o amor é predestinado e nos abraça com tamanho enleio que torna-se o nosso definitivo e grande encontro com o ser amado. Muito bom.

    Abraço cordial,

    Aureliano.

    ResponderExcluir

É importante saber sua opinião. Obrigado, Magnus

Marcadores